Segunda, 23 Novembro 2015 19:11

Notícias

Written by 
Rate this item
(0 votes)
 
 
 
2º BPM Brazil Summit
 

Encontro aborda os principais temas sobre Business Process Management (BPM).
Contou com patrocínio da Dynamica e palestra de Lyrian Faria.

Fotos: Marina Dias/next business media

bpm1

A 2ª edição do BPM Brazil Summit, realizada em São Paulo dias 11 e 12 de novembro, contou com especialistas e executivos de empresas privadas e públicas, analisando a importância do Business Process Management (BPM) no mercado. A Dynamica patrocinou o evento e Lyrian Faria, sócia-diretora da consultoria, foi destaque entre os palestrantes. Detalhes da programação do evento aqui.

Convergência de temas
A abertura do evento envolveu a análise do BPM a partir da necessidade de criação de valor a cada ação da gestão empresarial e imediata produção de resultados. A incorporação do BPM, então, envolve uma série de elementos que são caros e de profundo conhecimento por aqueles que trabalham com Gestão de Mudanças Organizacionais: conscientização dos stakeholders; integração das áreas; ações de comunicação e gestão da cultura da empresa.

Foco em resultados e desenvolvimento organizacional orientou a apresentação de Caso pela Eletrobras. A utilização do BPM ganha um sentido “mobilizador”, tendo em vista a necessidade integrar os colaboradores à mudança, cientes de seu papel no processo e estimulando seu comprometimento com a entrega de resultados. Outro Caso apresentado foi o da Serpro, com seu Projeto "Processo Verde". Além de apontar a economia de recursos na substituição de processos físicos por digitais, reforçou o papel da Gestão de Mudanças Organizacionais para a disseminação da cultura de processos.

bpm2bpm3bpm4

Os recursos e métodos organizacionais foram tratados nos dois dias, com Casos sobre sua aplicação e as experiências em andamento. Destacaram-se, em todas as palestras, a utilização - com adaptação e desenvolvimento - de recursos como Design Thinking e Lean Six Sigma.
No dia 12, a apresentação da Serasa Experian apontou os fundamentos de suas ações estratégicas, o papel da área de BPM e a importância das ações de Gestão de Mudanças Organizacionais na reordenação interna da instituição.

Outro enfoque para o BPM: os interesses do cidadão
Chama a atenção, dentre as apresentações da área pública, o Caso apresentado por Deborah Arôxa, representante do Ministério do Planejamento. Além de assimilar a necessidade de interação com a sociedade, identificando necessidades e expectativas, mostra espaço no poder público para construir agilidade na prestação de serviços, integração entre órgãos diversos, eficiencia e transparência no uso dos recursos públicos.

Processos e Mudanças

bpm5A palestra de Lyrian Faria (foto), no primeiro dia do evento, destacou os elementos de interação entre BPM e os instrumentos de GMO: "Integração de Processos e Gestão da Mudança".

A implantação de um escritório de processos e a adoção de práticas de BPM geram resultados mais sólidos com a gestão eficiente das mudanças em curso na empresa.
Agregar valor a cada ação, o acompanhamento estratégico, a agilidade administrativa e na tomada de decisões, são desafios diários que, nas corporações, serão enfrentados com sucesso a partir do engajamento de lideranças e apoio da alta direção da empresa, a integração de sistemas e processos e a capacitação e conscientização - comunicação com clareza e transparência - de todos os envolvidos no processo de mudanças. E os instrumentais da Gestão de Mudanças Organizacionais (GMO) contribuem para o alinhamento estratégico entre BPM e a nova estrutura organizacional em construção.
Lyrian Faria sintetizou os padrões de atuação apoiados em GMO, a partir do MIM - Metodologia Integrada de Mudanças da Dynamica Consultoria. Para ela, a GMO "deve ser encarada como um processo de gestão que identifica a necessidade e características das mudanças, engajando lideranças e colaboradores, desenvolvendo uma visão sistêmica e capaz de construir processos de transferência de conhecimento”. Incorporada como recurso estratégico, a GMO permite analisar e definir os melhores meios de lidar com os “riscos da mudança”, que podem ser identificados em 5 pontos: falta de senso de urgência; liderança descompromissada; áreas/processos não prontos para a mudança; pessoas não capacitadas para o novo modelo e uma equipe não integrada e desmotivada.
São necessárias, então, técnicas de gestão e planejamento empresarial sensíveis à concepção de preparar a organização para o novo e só assim criar condições para a sustentação de mudanças.

Saiba mais sobre outros eventos patrocinados pela Dynamica acessando matéria aqui.

Para quaisquer esclarecimentos sobre os cursos, projetos, eventos e outros serviços da Dynamica Consultoria, escreva ou telefone: dynamica@dynamicaconsultoria.com.br    (11) 2532-8889

 

 

arrow Left
Read 782 times Last modified on Sexta, 27 Novembro 2015 14:52

Latest from Dynamica Consultoria

More in this category: « Notícias Notícias »

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

Clientes

Parceiros

Desde 2010124838